Saoirse foi fotografada gravando Little Women ontem (05) na cidade de Harvard, Massachusetts. Ela estava acompanhada das suas co-stars Eliza Scanlen, Florence Pugh e Emma Watson.

Confira o vídeo abaixo com os bastidores das gravações:

Acesse nossa galeria:

05.11 – FILMANDO EM HARVARD, MA

O festival de cinema de Whistler está na sua 18° edição e acontece no Canadá na cidade de Whistler, Columbia Britânica. Seus organizadores o auto denominam o “festival de cinema mais legal do mundo”, ocorrendo entre a última semana de novembro e a primeira semana de dezembro. Mary Queen of Scots abrirá o festival desse ano, como foi reportado pelo site The Hollywood Reporter:

O projeto da Focus em parceria com a Working Title e dirigido por Josie Rourke, segue as crônicas da rivalidade familiar entre as Rainhas Elizabeth I (Robbie) e Mary (Ronan), quando a última tenta usurpar o trono inglês de sua prima. Baseado na biografia de John Guy, Queen of Scots : The true life of Mary Stuart,  o longa mostra a vida, amores, conflitos e luta pela política do Estado Britânico na era absolutista de uma das rainha mais trágicas e conhecidas da história, Mary Stuart da Escócia.

A exibição seguirá a estreia mundial de Mary Queen of Scots no AFM, que ocorrerá no dia 15 de novembro.

Outro lançamento da Focus em parceria com a Participante Media, On the Basis of Sex, que conta a história de Ruth Barder Ginsburg, estrelada por Felicity Jones e  direção de Mimi Leder, também será exibida em Whistler, junto com If Beale Street Could Talk de Barry Jenkins e Roma and Sophie Dupuis de Alfonso Cuaron, seleção do Canadá para a categoria de filme estrangeiro no Oscar esse ano.

O festival terminará no dia 2 de dezembro com um documentário sobre o surfe de Jeff e Michael Zimbalist, Momentum Generation, produzido por Robert Redford.

Fonte |Tradução e Adaptação – Equipe Saoirse Ronan Brasil

A tradicional revista Variety publicou um pequeno artigo online incluindo Saoirse Ronan como uma das personalidades mais importantes do entretenimento; leia abaixo na íntegra:

Hollywood prestou atenção em Saoirse Ronan quando ela tinha apenas 13 anos de idade, alcançando sua primeira indicação ao Oscar pelo seu papel em Desejo e Reparação. Ela tem tranquilamente mantido a atenção da indústria desde então, com escolhas profissionais inteligentes e atuações que lhe renderam outras indicações ao Oscar por Brooklin e Lady Bird (isso sem mencionar sua vitória no Golden Globe ao longo do percurso). Parece uma questão de tempo até que os membros votantes da Academia tornem o seu prêmio oficial, especialmente se considerarmos os projetos de alto nível que ela escolheu para protagonizar após Lady Bird: Mary Queen of Scots, onde interpreta a personagem do título, contracenando com rainha Elizabeth de Margot Robbie, e o longa em desenvolvimento Little Women, onde será a moleca Jo March e se reunirá com a roteirista e diretora de Lady Bird, Greta Gerwig.

Continuando a campanha de divulgação do perfume Woman, Saoirse e Lupita Nyong’o foram entrevistadas pela revista Elle Austrália sobre as mulheres que as inspiram e a força feminina. Confira as respostas da Saoirse abaixo:

Força Feminina: As atrizes falam sobre a Hipocrisia em Hollywood e a indústria de mulheres que as inspiram.

Em se tratando de mulheres inspiradores, Saoirse Ronan e Lupita Nyong’o se enquadram no perfil.
Atrizes e ativistas, as duas alcançaram incrível sucesso, e os seus papéis em filmes como Lady Bird e 12 anos de escravidão lhes renderam reconhecimento e respeito na indústria – sem mencionar indicações ao Oscar. Por isso, pareceu adequado que quando Raf Simons foi em busca de uma face para sua fragrância, Calvin Klein,  de estreia – e o primeiro perfume lançado pela marca em 13 anos – o designer entrasse em contato com a dupla para trazer sua essência à vida.

Calvin Klein Women é uma exploração da feminilidade. Descrito como um perfume floral madeira com notas de eucalipto, laranja e cedro, a fragrância é inspirada pela transmissão de força e inspiração de uma mulher para outra. No vídeo promocional, Ronan e Nyong’o (que se encontraram pela primeira vez enquanto colaboravam com a Calvin Klein) indicaram as mulheres nas quais mais se inspiraram. É uma campanha de fragrância, refrescantemente, empoderadora da Calvin Klein e uma poderosa estreia para Simons.

Fundadora da Chronicles of Her e também garota CK, Carmem Hamilton se sentou com Ronan e Nyong’o para conversar sobre exemplares femininos e feminismo em Hollywood.

Carmem Hamilton : Quem são os modelos mais importantes na sua vida?

SR : Para mim é a minha mãe. Eu sei que todo mundo diz isso, mas mamãe e eu temos um relacionamento bem peculiar. Eu sou filha única, então nós sempre fomos muito próximas, mas ela me acompanhou e trabalhou comigo também. Ela teve um papel muito importante na minha carreira desde o começo, e entende como eu funciono e penso, de um jeito que ninguém mais entende.
Além disso há colegas, como meus amigos Alex, Scarlet, e Eileen. Nós todos passamos por mudanças, além de discutirmos assuntos e trabalharmos juntos. Eu acho que ter algumas figuras consistentes na sua vida, quando todo mundo ao seu redor está mudando, é muito importante.

Carmem Hamilton: Que conselho você tem para jovens garotas que estão começando na indústria?

SR : Assim como Lupita, eu também diria para confiar nos seus instintos. Isso é uma das coisas mais importantes na vida em geral, e definitivamente no trabalho ou com coisas que são criativas. Nós estamos cercadas por tantas pessoas, todos os dias, e é o nosso trabalho ser sensível a isso e absorver tudo.
Há uma certa justaposição peculiar entre ter de ser muito vulnerável e aberta, mas também ter de se proteger e checar a si mesma. Isso não pode ser feito sozinha, você necessita de pessoas próximas. Já que eu cresci fazendo isso, eu sempre tive uma relação pura com o trabalho e eu nunca me confundi por causa dele e sempre soube o porque eu quero fazer o que eu faço. Eu acho que se você estiver clara sobre isso, você será capaz de atravessar qualquer coisa.

Carmem Halmilton: O que a nossa geração de mulheres tem que deixa você mais orgulhosa?

SR: Como Lupita estava dizendo, nós temos a oportunidade de falar e ser vocais. Recentemente, estivemos sendo capazes de apoiar umas as outras publicamente de um jeito que eu não acho que fomos encorajadas a fazer antes. E isso é por causa das mulheres que vieram antes de nós, que trilharam o caminho;  não poderíamos ter feito isso sem elas e seus sacrifícios.
As rebeldes que saíram do passado, foram as que realmente empurraram as coisas, testaram e chocaram as pessoas, é por causa delas que podemos estar nessa posição atual. Eu acho que hoje as mulheres podem ser criativas, quando se trata do tipo de trabalho que elas querem fazer, de um jeito que antes não podiam. O fato de que há mulheres que trabalham na construção e também há muitas atrizes maravilhosas por aí e doutoras e advogadas, é incrível, e contribui para uma sociedade muito vibrante.

Carmem Hamilton: Quão importante é para você estar cercada por uma rede de mulheres talentosas?

SR: Com certeza a coisa mais importante é estar cercada por mulheres agradáveis! Eu acho que quando você é cercada por pessoas que são ótimas no que fazem, você é inspirada e incentivada a dar o seu melhor e isso motiva a fazer mais. É um desafio estar cercada por outras pessoas que são boas no que elas fazem, porque isso te desafia.
Fazer o circuito de premiações ano passado com a Margot, a Fran McDormand e mulheres assim, foi incrível, porque elas também são ótimas no que fazem. Eu tive a oportunidade de trabalhar com tantas mulheres brilhantes no cinema e algumas se tornaram amigas bem próximas. Greta Gerwig – ela é como minha heroína!

Carmem Hamilton: Com o que a valentia se parece para você?

SR: Coragem e valentia podem tomar tantas formas, podem existir na cozinha de uma casa, onde uma mãe limpa e lava a louça todo dia, cria seus filhos e ninguém vê e talvez ela nunca seja parabenizada por isso, mas ainda assim está lá.
Pode ser privada ou pública como Lupita estava dizendo, é superar e enfrentar de frente alguma coisa que te assusta, mas mesmo assim continuar, confiar no seu instinto e seguir a sua intuição. Eu acho um ato real de bravura quando você segue dessa forma.

FonteTradução e Adaptação – Equipe Saoirse Ronan Brasil